DESENHOS AQUOSOS

“Balancing the path of the lines in affective relation with the colors”
Yasmim Flores, 2020

A obra apresenta um aspecto circular na sua configuração. Há muito movimento na composição. Formas construídas por cor (aquarela) e por linhas (nanquim). A tinta da aquarela se espalha, por um lado espontânea pela sua natureza e, por outro, controlada pelo desejo da artista, portanto, espontaneidade, acaso, controle e tensão são questões que permeiam esse trabalho.
A cor em nuanças resulta de camadas interventorias para, em alguns lugares, adensar a determinadas regiões. No centro predomina uma forma amarela como um núcleo solar, uma semente, um alvorecer, um ser latente que escapa e perfura a noite = o ciclo da composição.
As linhas paralelas são visualmente estriadas, gradeadas e bem definidas em contraste com a cor que embora tenha sua forma reconhecível em partes suas bordas e fronteiras estão tenuamente borradas.
Há um casamento de linhas e cores e em algumas regiões elas se estão uma dentro da outra. Fazer a imagem transitar entre dois ou mais meios gera uma passagem de maior complexidade.
Linhas e cores se transformam em uma dança inter-relacional, uma complementariedade composicional que dá a obra uma harmonia e coerência.

Nancy Betts
Curadora e professora de História da Arte da FAAP

Existe um mundo novo
Nanquim e aquarela sobre papel
2014

Basta ter cor
Naquim, aquarela e lápis sobre papel
2014